sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Constatações LXXXVI

Da entrevista de António Lobo Antunes a Judite de Sousa posso afirmar sentir o que sinto sempre: vontade de ficar a ouvi-lo durante horas. Aliás, vem-me sempre à memória a imagem de uma criança sentada à chinês defronte de um avozinho muito sábio de quem se espera que nos conte histórias de encantar, como só ele sabe.

Um comentário:

Unknown disse...

o "Toni" é um master e para mim o maior escritor português da actualidade, a par do Pessoa.
(sim, porque apesar de estar morto a obra do Pessoa é mais actual do que nunca).